or_bar.gif (1182 bytes)

ATUALIDADES

or_bar.gif (1182 bytes)

INFORMAÇÕES SOBRE AS SANÇÕES IRAQUIANAS NA INTERNET

Por Yahya Abdul Rahman
(inin@inin.net)


Já se passaram 10 anos desde que as sanções econômicas foram aplicadas aos nossos irmãos e irmãs iraquianos. De acordo com relatórios oficiais da ONU, na última década, perto de 1 milhão de civis, sendo mais da metade crianças com idade abaixo de 5 anos, morreram, em consequência das sanções impostas. No Iraque, a cada mês, morrem 5.000 bebês e crianças inocentes, porque não conseguem água potável, alimentação adequada e até mesmos os mais elementares remédios. Os Estados Unidos não aceitam esses números, dizendo que são exagerados e insistem que as sanções DEVEM continuar, a fim de que Saddam Hussein pare de produzir armas de destruição em massa. Scott Ritter, o ex-inspetor da ONU, encarregado de vistoriar o país, e que renunciou ao cargo em protesto contra as sanções, depois de participar de mais de 30 missões de inspeção no Iraque, 14 delas como Inspetor chefe, diz que o Iraque não é mais capaz de produzir essas armas. Ver o que Ritter diz em http://iraqaction.org/ritter.html

Na minha opinião, e na de muitas pessoas, o que está acontecendo no Iraque nada mais é do que um genocídio. Infelizmente, nossos próprios líderes árabes são parte desta injustiça, porque cooperam inteiramente com os Estados Unidos e a Inglaterra na manutenção das sanções.

Como desde 1998 os bombardeios americano e inglês sobre o Iraque continuam, a uma incidência de 3 ataques por semana, lamentavelmente aqui na América do Norte vamos sendo alimentados com uma ladainha diária de desinformação e mentiras manifestas pela mídia, que escolhe o discurso "oficial" americano e inglês para relatar a situação no Iraque. Tudo isso é feito para manter a simpatia da opinião pública pela continuidade das sanções. Mas, apesar disso tudo, há uma oposição crescente no mundo inteiro contra as sanções impostas pelos Estados Unidos. No último fim-de-semana (5 e 6 de agosto), centenas de manifestantes protestaram contra as sanções diante da Casa Branca e 83 pessoas foram presas. Eventos semelhantes também aconteceram em outras cidades, como São Francisco, Denver, Houston, Nova York, Montreal, Londres e outras.

Penso que posso afirmar com toda a segurança que se não fosse a Internet, não seríamos capazes de descobrir, tão facilmente,  a verdade sobre o que está acontecendo no Iraque. Felizmente, existem inúmeras organizações ativistas contra as sanções impostas ao Iraque, muçulmanas e não muçulmanas, que criaram websites para nos informar sobre o impacto dessas sanções. Uma vez que o Islam nos ordena denunciar a injustiça e a opressão, ainda que isto vá de encontro aos nossos próprios interesses, quero aqui apresentar alguns dos mais importantes websites criados por essas organizações. É óbvio que as informações contidas nesses sites negam os dados oficiais com que somos saturados diariamente.

Você pode ler uma recente declaração conjunta sobre as sanções iraquianas, feita pela Associação contra o Sionismo e o Racismo, a Voz Árabe Livre, o Comitê Democrático Arabo-Americano e a Coalisão Renascimento Árabe em:
http://msanews.mynet.net/MSANEWS/200008/20000806.2.html

Um excelente artigo intitulado "Qual o caminho para o movimento contra as sanções?" em:
http://www.iacenter.org/anti_sanc.htm

Acabem com a Guerra, em
http://www.endthewar.org/

Centro de Ação Internacional, em www.iacenter.org (fundado por Ramsey Clark, ex-procurador geral americano)

Comitê American Friends Service: http://www.afsc.org/iraqhome.htm/

Comitê American-Arab Anti-Discrimination: www.adc.org

Muçulmanos da América pela Paz e Justiça Globais:
http://www.global-peace.org/index.shtml

Campanha contra as Sanções sobre o Iraque:

http://welcome.to/casi/

Cidadãos Preocupados com os Iraquianos: www.scn.org/ccpi

Education for Peace in Iraq Center (EPIC): www.saveageneration.org

End the Sanctions Signature Ad Campaign: http://www.suba.com/~solimine/

Fellowship of Reconciliation: http://www.nonviolence.org/for/

Iraq Action Coalition: www.iraqaction.org

Peace Action http://www.peace-action.org/iraq.html

Voiced In The Wilderness: www.nonviolence.org/vitw

Lista das organizações canadenses com e-mails:
http://www.lbbs.org/sep/iraqcanada.htm

Iraq Resource Information Site (IRIS): http://www.geocities.com/iraqinfo

Salaam Review: http://www.salam.org/

Z Magazine www.zmag.org

"Voices of Conscience", de Montreal, nos seguintes e-mails:<legaultr@colba.net> ou <marca@arobas.net>. Muitas organizações muçulmanas locais estão envolvidas com este grupo e estão fazendo um excelente trabalho, apesar dos recursos limitados de que dispõem.

Existe também um novo livro intitulado "Iraque sob Sítio: O impacto mortal das sanções e da guerra", editado por Anthony Arnove, que é uma coleção comovente de vozes conhecidas denunciando as sanções e que documenta as perdas sociais, humanas e ambientais da guerra americana contra o Iraque. O livro pode ser pedido, visitando-se o site
http://www.lbbs.org/sep/iraq.htm.

Este livro é de valor inestimável para aqueles que desejam compreender as raízes da política dos Estados Unidos no Iraque e Oriente Médio.

Informe-se!!! Aja!!! Denuncie em nome daqueles que não podem fazê-lo!!!



1